Gilmar, o justiceiro vingador, protetor dos corruptos

Publicado por

Gilmar Mendes, o ministro do STF, sugere que trechos das conversas hackeadas entre Moro e procuradores da força tarefa da Lava Jato podem ser utilizados para anular as decisões da justiça que levaram à prisão o ex-presidente Lula.

O que chama a atenção é o fato do ministro pensar que Moro não pode se comunicar com os procuradores responsáveis pela maior operação contra a corrupção em todos os tempos no Brasil, mas se acha no direito de opinar e sugerir publicamente o que pode ou não ser utilizado para anular processos nos quais o réu teve todas as oportunidades de defesa.

Ou seja, Gilmar Mendes crítica o ex-juiz Sérgio Moro de ter sido imparcial no trâmite dos processos movidos pelo Ministério Público contra Lula, mas não tem o menor escrúpulo de agir abertamente como advogado de defesa de um criminoso que deu prejuízo de bilhões de reais ao país. Sem falar em outros tipos de prejuízos, entre os quais a degradação moral do qual o país e milhões de brasileiros foram vítimas em função dos crimes cometidos por Lula e sua quadrilha.



Heberton Tavares da República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios