O presidente do senado participou de um jantar com jornalistas e declarou que, se comprovada a veracidade, são “graves” e revelam “problema ético” as mensagens entre Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol. “Se fosse deputado ou senador, estava no Conselho de Ética, cassado ou preso”, afirmou.

E como já não era de esperar Davi já virou “xodó” do PT, mais preciso de Gleisi Hoffmann, que não perdeu tempo e pediu apoio ao presidente do senado em uma postagem em seu Twitter.

Onde será que Davi quer chegar com suas declarações?

Heberton Tavares da República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: