‘’O hacker não veio hoje”, disse Leandro Demori, editor-chefe do The Intercept Brasil a uma colega jornalista, sem saber que estava sendo gravado. Os áudios vazados do jornalista que comanda o site americano revelam também que o material foi adulterado. Após vir à tona a reportagem investigativa em que ficou comprovado por meio de áudios vazados do editor-chefe do site The Intercept Brasil, Leandro Demori que ao menos uma reportagem publicada pelo site americano adulterou mensagens sobre o Ministro Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato houve uma grande reviravolta no caso. A divulgação de diálogos adulterados nas reportagens do Intercept, confirmada por Demori pode comprometer criminalmente os envolvidos por falsificação e pelos crimes previstos no artigo 154 do código penal brasileiro. Nesta segunda reportagem da série, vamos abordar também com gravações, que podem ser aferidas em seu material bruto por quaisquer autoridades que assim desejarem, que o Leandro Demori admite a participação de um hacker nas reportagens Vaza Jato que está sendo publicada pelo site The Intercept Brasil capitaneado pelo jornalista americano Gleen Greenwald, casado com o deputado David Miranda do PSOL. Os áudios obtidos com exclusividade pela reportagem foram captados na Starbucks do Anhembi, Vila Olímpia em São Paulo por volta das 19 horas da última sexta-feira (28) durante a realização do Congresso de Jornalismo Investigativo promovido pela ABRAJI. Neste áudio revelado nesta reportagem, o jornalista Oswaldo Eustáquio, que assina esta coluna, revela que o editor-chefe do site The Intercept admite a participação de um hacker em sua equipe. O áudio revela que uma amiga do jornalista chega na mesa, onde a equipe do site havia montado uma redação itinerante para tentar desfazer os erros de Gleen Greenwald, que vieram a tona no sábado (29). Ela cumprimenta Demori e pergunta sobre o hacker. Demori responde: “O Hacker não veio hoje”. A jovem diz a Demori que o local parece ser uma operação de guerra. E ele responde que por isso todos os computadores estavam virados para a parede. No final eles se despedem e Demori avisa a jovem que os jornalistas pretendiam ir ao Bar Original em São Paulo ainda na sexta-feira. Essa é a segunda matéria da série de três que está sendo produzida pelo Portal Renews em parceria com o Agora Paraná/UOL e o site República de Curitiba . Nessas duas primeiras reportagens mostramos com fotos e áudios, que reiteramos, estão a disposição de quaisquer autoridades para perícia, que os diálogos sobre Moro e a Lava Jato publicados pelo site The Intercept foram adulterados. E quem conta isso é o próprio editor-chefe, Leandro Demori. E também fica comprovado, nesta segunda reportagem, que Demori admite a participação de um hacker na equipe, mas que não tinha ido naquele dia. O jornalista americano Greenwald foi um dos membros da equipe que estava ausente.

Veja o vídeo:

Oswaldo Eustáquio, República de Curitiba

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: