A Polícia Federal identificou movimentações “suspeitas” nas contas de dois dos quatro investigados na operação que apura a invasão do celular de Sérgio Moro.

O juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, que autorizou a prisão de quatro pessoas, além de buscas e apreensões, relatou que dois investigados movimentaram, juntos, mais de R$ 627 mil entre março e junho.

Segundo a PF, o cadastro bancário dos investigados mostra que a renda mensal deles era em torno de R$ 2 mil a R$ 3 mil por mês., mostrando incompatibilidade entre as movimentações financeiras e a renda mensal.

Heberton Tavares da República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: