Em uma entrevista exclusiva o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que, em seu entendimento, enquanto ele trabalha para unir, governadores do Nordeste agem para “dividir o país”.

Confira abaixo os pontos chaves dessa entrevista:

P: Presidente, o sr. poderia explicar melhor um discurso que fez nesta segunda-feira (05/08/2019) dizendo que o Brasil não pode se dividir?

R: O PT lançou a divisão entre nós. E nós temos de nos unir. Agora mesmo estão tendo indícios de que, se não todos, a maioria dos nove governadores do Nordeste quer começar a implementar a divisão do Nordeste contra o resto do Brasil.

P: A sua vinda ao Nordeste é para sinalizar algo à população?

R: Não é para isso. Minha maneira de ser sempre foi essa. Unir este país, não desunir.

P: Boa parte do seu eleitorado diz que gosta do chamado “Bolsonaro raiz”.

O sr. está voltando a ser “Bolsonaro raiz” depois das eleições de outubro?

R: Não há diferença do que eu pensava na campanha e do que eu penso agora. Eu quero implementar o que eu falei em campanha. Pela primeira vez na história do Brasil um presidente está buscando honrar aquilo que prometeu durante a campanha. Agora, palavrão sai de vez em quando, isso é natural, pô. Agora, alguns falam que isso não é linguajar para um presidente. Paciência. Já sabiam que eu era assim. A gente procura se polir um pouco mais, mas acontece. Mas isso não vai me aborrecer, essas conotações que dão, quando a gente fala um pouco mais com o coração do que com razão.

P: O sr. participou da inauguração de uma usina de energia em Sobradinho (BA). Foi a segunda viagem ao Nordeste desde o início do seu mandato.

R: Essa obra efetivamente começou a andar no governo do (ex-presidente) Michel Temer. Então, não é obra minha, para não achar que estou querendo pegar obra de ninguém. Agora, também, a obra é feita com dinheiro público. Não tem pai “da criança”. Todo “o povo brasileiro” é que “é pai da criança”. Estou rodando o Brasil todo, para mostrar, ter espaço, junto à imprensa e dizer que nossa união pode realmente fazer um Brasil melhor.

Júnior Santos da República de Curitiba

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: