Plim-Plim: “isso a Globo não mostra!”

Publicado por

Fundação Roberto Marinho é investigada pelo MP

A Fundação Roberto Marinho (organizações Globo) recebeu cerca de R$ 51 milhões por atividades no Museu do Amanhã, na capital carioca.

Promotores analisam cerca de 19 contratos sem qualquer licitação firmados durante a gestão de Eduardo Paes. No “plim-plim” da falcatrua com o governo Paes, os contratos somados superam as cifras em R$ 282 milhões.

O “Plim-Plim” da negociação:

A Procuradoria Geral do Município do Rio de Janeiro, após um levantamento, identificou que a maior parte dos contratos feitos com a Fundação Roberto Marinho, cerca de 70% dos projetos estão concentrados somente na região portuária.

No contrato do Museu do Amanhã, por exemplo, a Fundação dos Marinhos, recebeu cerca de R$ 51 milhões, entretanto cerca de 90% das atividades foram subcontratadas, entre elas obras de divulgação, engenharia e arquitetura.

“Se fosse investigado pela Polícia Federal, um contrato que começa e termina no mesmo mês e depois tem um aditivo que troca o termo de pagamento, isso não é Lava-Jato, é Mama-Jato. Porque eu nunca vi uma mamãezada tão grande quanto essa”, disse o prefeito do Rio Marcelo Crivella.

Será que o montante dos contratos somados em R$282 milhões, a TV Globo não poderia doar para contribuir contra o desmatamento criminoso na Amazônia? Alô galera do plim plim…

Júnior Santos – República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios