Delação do ex-ministro Antonio Palocci revela suposta propina entre afiliada da Rede Globo e o governo do PT.

Para conseguir o perdão de uma multa de R$ 500 milhões com a Receita Federal, a RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, teria pago uma propina na gestão do Governo petista.

A acusação e afirmação é do ex-ministro Antonio Palocci.

O ex-ministro da Casa Civil confessou em delação premiada ter atuado para que o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) favorecesse a afiliada da Rede Globo.

A informação foi obtida com exclusividade pelo R7/RecordTV.

TRECHO DA MATÉRIA DO R7:

“Em delação premiada, o ex-ministro de governos petistas Antonio Palocci afirmou que atuou para que o Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) beneficiasse a RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul. Segundo Palocci, teriam sido pagas propinas a conselheiros do CARF para cancelar uma multa da RBS de R$ 500 milhões com a Receita Federal. A multa foi aplicada porque a Receita considerou que uma fusão da RBS com a Telefônica, em 1999, tinha apenas a intenção de sonegar impostos”.

É gente boa, não veremos uma matéria dessa digna de constar na ilha de edição dos “Marinhos”, acredito que a justificativa deve ser por não identificarem conteúdo tão “fantástico “, nem possuir um “vídeo show” de verdades ocultas.

Afinal de contas, “tô pagano” pra mentir com dados e entrevistas maliciosas, só não “vale a pena ver” os escândalos de corrupção envolvendo a Rede Globo. “Isso não pooodeeee”!

Júnior Santos – República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: