Nova CPMF não fará parte da reforma tributária afirma Bolsonaro

Publicado por

A exoneração de Marcos Cintra teve relação com a polêmica volta da CPMF

A reforma tributária proposta pelo governo não vai incluir um imposto semelhante à extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), garantiu o presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (11/Set).

A polêmica envolvendo o imposto e a exoneração do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, que será substituído, interinamente, por José de Assis Ferraz Neto, foi confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter.

Paulo Guedes exonerou, a pedido, o chefe da Receita Federal por divergências no projeto da reforma tributária.

Júnior Santos – República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios