PGR ANUNCIA RETORNO DE PROCURADORES DA LAVA JATO

Publicado por

O Brasil inteiro acompanhou no limiar do mês em curso, (04/Set), o pedido de demissão, precisamente seis procuradores que integravam o grupo de trabalho da Lava-Jato.

A iniciativa coletiva ocorreu após a Raquel Dodge, agora ex procuradora-geral da República, pedir o arquivamento preliminar de trechos da delação de Léo Pinheiro, que envolve o ex-prefeito de Marília (SP), José Ticiano Dias Toffoli, irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal, o  próprio (famoso amigo do amigo de meu pai) José Antônio Dias Toffoli, e também o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A justiça parece renascer

Isso porque, Alcides Martins, no comando da PGR, interinamente, anunciou hoje que todos os seis procuradores do grupo de trabalho da lava jato que haviam deixado seus cargos retornam hoje às suas respectivas funções dando prosseguimento ao reconhecido trabalho.

O que Martins pensa tem coerência com Aras

“Na parte criminal, em nome da continuidade e importância da investigação denominada Lava Jato para a Justiça e para o país, convidei os colegas que integraram o grupo de trabalho a retornarem a seus postos, o que ocorrerá imediatamente”, disse Martins.

Na semana passada, o próprio Augusto Aras, indicado por Jair Bolsonaro para a PGR, havia dito que os procuradores desejavam voltar aos seus cargos.

Os procuradores haviam pedido demissão coletiva no dia 4, alegando incompatibilidade com Raquel Dodge, cujo mandato na PGR terminou ontem.

É uma excelente notícia.

Júnior Santos – República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios