A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado acaba de aprovar o nome do subprocurador Geral da República para a PGR. Por 23 votos a 3, o indicado do presidente Jair Bolsonaro, para o cargo de procurador-geral da República foi enfim aprovado.

Em sua fala inicial, Aras defendeu um Ministério Público moderno e desenvolvimentista, destacou, sem citar nomes, que o mérito individual de procuradores deverá ser reconhecido, mas ressalvou que a confiança deve se voltar para as instituições por causa do princípio da impessoalidade.

A expectativa é que a indicação de Aras passe sem susto pela CCJ e, depois, pelo Plenário.

Portanto, o próximo passo será a votação no Plenário do Senado, onde para a aprovação de Aras na PGR, serão necessários pelo menos 41 votos “sim”.

Júnior Santos – República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: