2ª instância será votada hoje

Publicado por

A senadora Simone Tebet (MDB-MT), que é a presidente da CCJ – Comissão de Constituição e Justiça do Senado, tem se debruçado, desdobrado e tem tido disposição firme na diligência na de evitar sabotagem, por parte da esquerda, ao projeto que institui imediata prisão a criminosos condenados em segunda instância.

Tebet, se mostra confiante na promessa feita pelo presidente da Casa, Senador Davi Alcolumbre, de viabilizar o quanto antes projetos com parecer da CCJ.

Vale ressaltar que essa confiança existe, porque ela reforçou a vitória de Alcolumbre contra o grupo arregimentado por Renan Calheiros na disputa para a presidência do senado.

Entretanto, o presidente do Senado Federal e o presidente da Câmara Federal, estão alinhados no mesmo pensamento de que votar o projeto seria uma afronta à decisão política do STF, que acabou favorecendo Lula. Todavia, reconhecem que sob o projeto que está sob exame na CCJ, é possível sim que seja alterado o Código de Processo Penal, nos termos sugeridos pelo presidente do STF – Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

Contudo, Rodrigo Maia é contra o projeto, que autoriza a prisão após 2ª instância. Evidente que a “casa” (Câmara) está repleta de possíveis futuros atingidos pelas investigações da Lava Jato, na luta contra a corrupção.

(Fonte: JCPE)

Por: Júnior Santos – Repórter Correspondente e Redator da República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios