BNDES antecipa devolução de recursos para a União

Publicado por

Durante a apresentação do balanço financeiro de 2019 do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o presidente do banco, Gustavo Montezano informou que vai cumprir a meta de antecipação da devolução de recursos ao Tesouro Nacional.

Montada no disse: “Tínhamos o objetivo inicial de alcançar o número de R$123 bilhões de reais, mas a estratégia de antecipar gerou (em termos de juros) uma economia de uns meses e nisso alcançamos o número de R$ 126 bilhões. Esse número será cumprido e terminaremos o ano com a meta estabelecida.

Já está, totalmente, aprovado. Agora é só mero trâmite burocrático para fazer a liberação”.

“A expectativa é que a gente pague até o final de novembro”, completou a diretora financeira do BNDES, Bianca Nasser.

Além disso, o BNDES pagará R$ 9 bilhões ao governo federal, a título de adiantamento de dividendos. Com isso, os recursos pagos ao Tesouro chegarão a R$ 132 bilhões em 2019. A título de dividendo obrigatório relativo ao lucro de 2018, nos primeiros nove meses de 2019, o BNDES pagou ao Tesouro Nacional R$ 1,6 bilhão. Já quanto ao lucro apurado no primeiro semestre de 2019, o banco efetuou pagamento de R$ 1,8 bilhão. Parcela adicional de dividendos de R$ 6 bilhões está aprovada para pagamento no último trimestre do ano.

“Além do Tesouro a gente também está pagando 60% do lucro acumulado no primeiro semestre. Somando o pagamento ao tesouro e os dividendos pagos este ano, tanto referentes a 2018, quanto ao primeiro semestre de 2019, a gente vai totalizar o pagamento de R$ 132,5 bilhões à União. A gente considera que essa meta será superada”

(Fonte: Agência Brasil)

Por: Júnior Santos da República de Curitiba

Curta República de Curitiba
error
Anúncios