PIB tem 3º resultado positivo consecutivo

O acumulado nos dez primeiros meses do governo Bolsonaro está em 0,95%.

O IBC-Br, índice do Banco Central que é considerado a prévia do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado ontem (13/Dez), registrou alta de 0,17% em outubro ante o mês anterior, na série com ajuste sazonal. Embora tenha tido desaceleração em relação a setembro, quando avançou 0,48%, este foi o terceiro resultado positivo consecutivo. 

A pontuação do índice, que serve de parâmetro para analisar o ritmo da economia brasileira, passou de 139,42 pontos para 139,66 na série dessazonalizada de agosto para setembro, alcançando o maior patamar para o IBC-Br com ajuste desde junho de 2015, quando ficou em 139,85 pontos. 

Em relação ao mesmo mês de 2018, a expansão foi de 2,13%. O acumulado dos 12 meses imediatamente anteriores ficou em 0,96%, na série sem ajuste sazonais. Já o acumulado nos dez primeiros meses deste ano está em 0,95%. De acordo com o relatório semanal do BC, Boletim Focus, as projeções do mercado financeiro para a expansão da atividade econômica este ano está em 1,1%. Já a expectativa do governo federal é de crescimento de 0,9%.

(Fonte: Correio Braziliense/Ana Russi)

Por: Júnior Santos da República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: