Irreverente e divertida, Karol Eller é seguida por mais de 250 mil pessoas que adoram seus comentários e vídeos. Militante de direita, Karol tem discurso fácil que agrada a todos, tanto que conquistou a amizade da família Bolsonaro, mas, mesmo assim, as características de boa gente, não a livrou de fato repugnante.

Karol foi absurdamente agredida quando estava num quiosque na praia da Barra da Tijuca/RJ. Ela estava junto com sua namorada e, de forma abrupta, foi abordada por um homem, até o momento não identificado, que a questionou a respeito de sua namorada, numa provocação que logo transformou-se em agressão física.

Com socos e pontapés, Karol foi agredida até desfalecer e foi socorrida pela namorada que a arrastou até a divisão do Corpo de Bombeiros da área.

Homofobia, preconceito, racismo, etc. são sentimentos perniciosos nascidos no cerne de corpos doentes, é algo desenvolvido em mentes esquizofrênicas de paixões extremistas, como um arrepio do mau, sentimento vivem nas sombras e de lá, jamais deveriam sair.

O República de Curitiba Online, presta aqui toda a solidariedade a esta guerreira Karol Eller, ser humano respeitável como todos os outros, mas que tem em seu ser virtuoso, desejo e força para ajudar o Brasil tornar-se melhor.

Força Karol, da equipe do Movimento República de Curitiba (MRC), pronta recuperação – “Vamos em frente”

Por Mauricio S. Pereira – MSP

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: