Anúncios

Grupo afirma ter 34 apoios

O Muda Senado, grupo de senadores independentes, afirma ter votos para manter os vetos do presidente Jair Bolsonaro que estão na pauta de votação do Congresso Nacional desta 3ª feira (3.mar.2020). Eles afirmam que os 22 integrantes do Muda Senado votarão desta forma, e que o número de apoiadores do veto pode chegar a 34.

Além desse grupo, senadores do MDB devem apoiar a manutenção do veto presidencial. Até mesmo políticos do PT tomariam essa atitude, de acordo com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da minoria na Casa.

Para que os vetos sejam mantidos basta que menos de 41 senadores votem pela derrubada. Na Câmara, o clima é favorável à queda dos vetos, mas para que eles caiam é necessário maioria absoluta dos votos nas duas Casas. O Senado sozinho pode impedir a derrubada.

A disputa principal é em torno de 1 veto do presidente Jair Bolsonaro ao Orçamento impositivo. O texto determina que cerca de R$ 30 bilhões teriam o destino decidido pela relator do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE). Dessa forma, tira muito poder do Executivo.

Nos últimos dias o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), vem tentando construir 1 acordo para não deixar o governo totalmente refém do Legislativo mas que ainda retenha parte deste poder no Congresso.

“Ontem nós tivemos uma avaliação e chegamos a 34 votos no Senado. Hoje há notícias de que esse cenário foi ampliado”, afirma Alvaro Dias (Podemos-PR).

Caso se confirme a expectativa do Muda Senado de 34 votos pela manutenção dos vetos, seria necessário que o quórum da sessão do Senado seja de no mínimo 75.

O governo estima que a presença de senadores na sessão não deve passar de 65, dado o histórico de votações do ano passado. Com quórum de 65, a manutenção seria garantida com 25 apoios.

Houve uma tentativa de deliberação desses vetos em 12 de fevereiro. A sessão, porém, foi interrompida por obstrução de senadores contrários à derrubada. Ainda não está claro se o Congresso conseguirá concluir a votação nesta 3ª feira (3.mar.2020).

Fonte: Poder 360.

Heberton Tavares – República de Curitiba.

Anúncios

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: