Boulos tenta “censurar” Eduardo Bolsonaro e sofre derrota no STF

A liberdade de expressão no Brasil não para de sofrer ataques. Dessa vez, foi o candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), qe decidiu entrar com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) faça críticas, em seu Twitter, ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

O Ministro Marco Aurélio Mello, relator do processo reconheceu que falta a Boulos a legitimidade para solicitar tal ato e fixou que o comunista pague R$10 mil à advogada de defesa do deputado, Karina Kufa.

O Ministro ainda ressaltou que, Eduardo Bolsonaro tem imunidade parlamentar, que lhe garante o exercício de mandato e o direito à opinião, palavras e votos, conforme o artigo 53, da Constituição Federal.

Fonte: Jornal da Cidade.

Resumo: Júnior Santos da República de Curitiba.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: